Durante a Hora do Faro do último domingo (03/09), Rodrigo Faro contou a história do Rodriguinho, um garoto que foi vender balas nas ruas para ajudar sua família e comprar fraldas para sua irmãzinha.

 

Família é afeto, cuidado, apoio e amor, e muitas vezes não tem a ver com ligações genéticas. Prova disso é a família do Rodriguinho, composta pelo seu pai, madrasta que é considerada como mãe pelo garoto, e sua irmãzinha Lorena – filha apenas de sua madrasta.

Com apoio da Sallo, o Hora do Faro – que foi ao ar no último domingo (03/09), contou a história de Rodrigo, um garoto de 13 anos que decidiu ir para as ruas vender balas para poder ajudar seus pais e sua irmã – uma criança especial.

Seu pai, Marco Aurélio, está desempregado há cerca de um ano e sua mãe – assim chamada por ele, não trabalha por sua filha, Lorena, depender dela para tudo. E devido à situação e não aguentando mais ver sua irmãzinha muitas vezes sem fraldas, Rodriguinho decidiu vender balas para ter com o que ajudar sua família.

Foi quando, tentando vender suas balas no estacionamento de um supermercado, cruzou com Ian, quem o questionou do real motivo pelo qual Rodriguinho estava vendendo balas e após saber sobre a irmãzinha resolveu compartilhar uma foto do garoto nas redes sociais, atingindo uma repercussão não esperada. No entanto Rodrigo e sua família precisavam de mais e após Rodrigo Faro ter conhecimento da história preparou grandes surpresas.

“Ele abriu mão de brincar com os amigos, de jogar futebol, que é a grande paixão dele, pra trazer dinheiro pra dentro de casa, pra irmãzinha dele. Essa foi uma decisão do garoto, é impressionante”, comenta o apresentador, encantado com a atitude de um jovem, que abriu mão do sonho de ser jogador de futebol, pelo amor a sua família.

“Depois que os pais souberam não tiveram como impedir né, porque ele ia de qualquer jeito pra trazer as fraldas pra irmã, o dinheirinho para comprar essas fraldas”, continua Rodrigo Faro.

“Teve uma vez que ela ficou sem fralda e a gente não tinha da onde tirar dinheiro. Meu pai desempregado, minha mãe não tinha o que fazer e eu tinha dinheiro em casa. Eu tinha mais ou menos R$15,00, 16,  era o único dinheiro que eu tinha e eu peguei e falei ‘mãe, pai vou ir vender bala na rua […]’”, conta o garoto quando questionado de como surgiu a ideia.

E a surpresa começou com a realização do primeiro sonho de Rodriguinho, que era reunir sua família em uma mesa de restaurante. Mas esse foi só o começo, Rodrigo Faro levou a irmã de Cristiano Ronaldo – ídolo do garoto, ao palco do programa, além de conseguir um recado especial do jogador.

 

“Você já é um grande homem, já é! Então lembre-se disso, levanta tua cabeça porque você vale ouro menino […]”, afirmou o apresentador ao garoto que contou ter ouvido diversas vezes que ele nunca realizaria seus sonhos.

Desafiado a dançar, Rodriguinho deu um show, levando para casa prêmios e seus sonhos realizados, entre eles um dia de rainha para sua mãe e a oportunidade de jogar na Escolinha do Flamengo. E contribuindo para a felicidade do garoto e sua família, a Sallo presenteou Rodriguinho e seu pai com roupas e acessórios da marca.

 

 

Deixe um comentário